StartOut Brasil – Internacionalize sua Startup

 

O StartOut Brasil é um programa de apoio à inserção de startups brasileiras nos mais promissores ecossistemas de inovação do mundo.

Até 15 startups com potencial de internacionalização serão selecionadas, por ciclo de imersão, e terão acesso, gratuitamente, às seguintes atividades:

  • Consultoria especializada em internacionalização, mentoria com especialistas no mercado de destino e treinamento de pitch;
  • Participação em missão com agenda voltada à prospecção de clientes e investidores e à conexão a ambientes de inovação, com visitas a aceleradoras, incubadoras e empresas locais; seminário de oportunidades; rodada de reuniões com prestadores de serviços; encontros organizados por matchmaker e demo day para investidores;
  • Apoio pós-missão para definição da sua estratégia de internacionalização e/ou softlanding no mercado-alvo.

Inscreva-se: https://www.startoutbrasil.com.br/sobre/

100 Startups to Watch (Editora Globo)

 

O 100 Startups to Watch, realizado pela Consultoria EloGroup e o Grupo de Mídia Editora Globo, tem por objetivo selecionar as startups com maior potencial de inovação e crescimento no ano de 2018. O 100 Startups to Watch é aberto para inscrição de qualquer startup, não havendo preferência de setor ou tecnologia utilizada, com abertura para os diversos estágios de maturidade.

Microsoft abre inscrições para a Imagine Cup 2018

As inscrições para a Imagine Cup 2018, competição mundial de tecnologia que transforma projetos acadêmicos em startups, estão abertas para estudantes brasileiros e de todo o mundo. Chegando à sua 16ª edição, a iniciativa tem como objetivo dar aos jovens empreendedores a oportunidade de adquirir novas habilidades técnicas e de negócios por meio de projetos inovadores. O prazo para inscrição dos projetos termina no dia 10 de abril.

Este ano, o valor total do prêmio em viagens e créditos de nuvem é de mais de US$ 700 mil dólares. Foram adicionados três prêmios especiais, de US$ 15 mil dólares cada, para competições específicas em categorias que representam o que há de mais avançado em transformação digital: Inteligência Artificial (APIs, bots e serviços cognitivos), Big Data (ferramentas de análise de dados) e Realidade Mista (funcionalidades do Windows e do HoloLens).

As duas melhores equipes serão premiadas em dólares e créditos de Azure. A grande vencedora da competição receberá orientação do indiano Satya Nadella, CEO da Microsoft,para fazer perguntas e obter aconselhamento.

Para entrar no jogo, as equipes devem produzir um vídeo de até dez minutos contendo um pitch que fale da solução e como a computação em nuvem pode ajudar. Também devem submeter uma breve descrição do projeto e um protótipo executável. O conteúdo será revisado por uma equipe de juízes que utilizará critérios descritos nas regras oficiais.

A iniciativa da Microsoft tem o intuito de conectar estudantes de todo o mundo e fornecer a eles ferramentas, recursos e experiências que transformem ideias inovadoras em realidade. “A Imagine Cup recebe projetos com um enorme potencial de negócios, ideias inovadoras que respondem a demandas concretas. A Microsoft acredita que o empreendedorismo é uma mola propulsora do desenvolvimento do país e por isso é uma prioridade para nós”, afirma Rodrigo Dias, Gerente de Programas Acadêmicos e Startups  daMicrosoft Brasil.

Projetos do Brasil e da América Latina vão concorrer com outros do mundo inteiro por uma vaga na final mundial, uma viagem internacional com todos os custos pagos. No total, são 53 times concorrendo nessa fase. A final da competição será realizada em Seattle no mês de julho.

Mais de 200 mil brasileiros já participaram do campeonato e 9 equipes nacionais foram campeãs desde a primeira edição da Imagine Cup, há 16 anos. Em 2015, a equipe brasileira eFitFashion foi a grande premiada com um projeto que está revolucionando o mercado de moda on-line e teve a oportunidade de ser orientada por Satya Nadella. A expectativa da Microsoft para este ano é que os jovens brasileiros surpreendam novamente com sua criatividade e capacidade de inovação.

Inscreva-se: https://imagine.microsoft.com/en-us/Compete

Prefeitura abre inscrições para apoio a projetos de resiliência em Salvador – R$ 150.000,00 por empresa.

Depois do lançamento do sexto eixo do Programa Salvador 360, intitulado Cidade Sustentável, a Prefeitura lançou a chamada temática Cidades Resilientes para encontrar projetos que ajudem a cidade a se tornar referência nesse quesito. As cinco melhores ideias de estratégias para enfrentar desafios, sejam climáticos, econômicos ou sociais, terão apoio de até R$ 150 mil.

A iniciativa é feita com apoio da Resources IT Solutions e as inscrições estão abertas até dia 11 de dezembro, com resultado a ser divulgado no dia 5 de janeiro de 2018. Para participar, é necessário preencher a ficha de inscrição no link http://bit.ly/Resiliente e enviar um vídeo de até dois minutos no modelo Elevator Pitch. A medida é voltada para startups, microempreendedores individuais (MEIs) e micro e pequenos empreendedores (MPEs).

Cada uma das cinco empresas escolhidas poderá receber até R$ 100 mil para desenvolver o produto, além de mais R$ 50 mil de bolsa para os integrantes. A ação é resultado da parceria entre a Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação (Secis), o Sebrae e o Senai Cimatec.

Propostas – Os projetos enviados não precisam necessariamente ajudar a cidade a se recuperar após adversidades. Prevenção de acidentes, monitoramento de áreas de risco, sensores de alerta, mecanismos de aviso à população, entre outros temas ligados à resiliência, também poderão ser inscritos. A proposta deve ser desenvolvida utilizando técnicas inovadoras, podendo ser composta de Internet das Coisas (IOT), Big Data, Analíticos, Preditivos e processamento em nuvem.

Cidades Inteligentes – Em outubro, foi finalizada a chamada Cidades Inteligentes, que procurava por ideias que conectassem a cidade. Foram escolhidos 10 projetos, sendo sete da Bahia, um do Espírito Santo, um de Minas Gerais e outro do Rio Grande do Sul. Quase 70 grupos inscreveram propostas nas áreas de Segurança, Mobilidade, Saúde, Educação e Meio Ambiente.

Veja startups selecionadas pela Prefeitura para projetos do Salvador Cidade Inteligente

A captação de empresas do ramo da inovação, como parte do eixo Cidade Inteligente – do macroprograma Salvador 360 – começa a dar os primeiros passos, após chamada pública da Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação (Secis). Embora desprovidas de experiência no mercado, essas empresas têm uma chance de contribuir com novas ideias para os cenários tecnológicos de Salvador e do Brasil.

Os critérios para seleção das empresas passam por itens como inovação e agilidade em resolver problemas pontuais. Para isso, é preciso que os empreendedores possuam experiência e qualificação para a iniciativa. Cada grupo de novas empresas terá o prazo de 12 meses para fazer valer a aposta, transformando suas ideias em um modelo de negócios real e que possa ser replicado e aplicado no cotidiano das cidades, tendo Salvador como seu laboratório vivo.

A iniciativa visa estreitar o diálogo com as propostas trazidas pelas dez ideias inovadoras selecionados na primeira chamada para a fase inicial do programa, ofertando um aporte financeiro de até R$ 150 mil por empresa – sendo R$ 100 mil para desenvolver o projeto e R$ 50 mil para os participantes. A Prefeitura entrou com R$ 1 milhão, e o Senai e Sebrae com R$ 2 milhões.

Além disso, há o suporte técnico, logístico e operacional da Secis e seus principais parceiros no projeto, incluindo o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e os órgãos municipais de Mobilidade, Gestão, Cultura e Turismo, Fazenda, Transalvador, Fundação Gregório de Matos (FGM), Companhia de Governança Eletrônica (Cogel), Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) e Cimatec.

Durante todo o ano de 2018, as startups serão submetidas a atividades que auxiliarão na realização de provas de conceito, onde eles irão estudar a viabilidade técnica, desenvolver o protótipo e realizar testes em ambientes relevantes.

Selecionadas – A seleção se deu a partir da inclusão no edital de Inovação do Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia (Senai Cimatec), um dos parceiros da iniciativa, junto à Sedur, órgão que gere o Salvador 360. Aprovadas previamente, as empresas seguem em processo de avaliação de documentos apresentados, ato que precede a assinatura do contrato.

“Estamos na fase de alinhamento do plano de projeto. Portanto, não há ainda certeza de que todas as empresas participantes da primeira chamada ficarão até o final do processo, que será encerrado em janeiro. Esta etapa é muito importante, pois neste momento estamos construindo o plano em conjunto com as startups, assinando a documentação para que os projetos selecionados possam receber o investimento e participar das atividades”, explica Mariane Falcão, analista de Novos Negócios do Cimatec.

Os projetos foram selecionados a partir de 70 empresas inscritas na Chamada Temática Cidades Inteligentes, lançada pela Prefeitura em parceria com Senai. Das dez empresas selecionadas, sete são baianas, uma capixaba (ES), uma mineira, e outra gaúcha. Neste primeiro momento, estão previamente selecionadas as startups Smart Governant, Passaporte Salvador, Recicla, Estacionamento Rotativo, Smart Traffic Light, Mapa Médico, Mosquito Zero, Tempus RW3, REP e Mini Maker.

Atribuições – O objetivo do eixo Cidade Inteligente é desenvolver projetos e ações que inserem a inovação na política pública de Salvador, promovendo o desenvolvimento econômico com base em empresas e soluções voltadas a inovação e tecnologia. Dentre as ações voltadas para startups no âmbito do programa estão: Co-working público para startups e empreendedorismo social (Secis); Editais de fomento e incentivo às soluções tecnológicas criadas por startups (Secis); Calendário anual de eventos de inovação (Secis); Hub Tecnologia (Sedur); Atração de fundo de R$ 100 milhões para investimento multi-estágios em startups (de pre-seed a venture capital) (Sedur); Desenvolvimento e atração de linhas de crédito voltadas às necessidades de startups (Sedur).

“As startups na Bahia não tinha praticamente nenhum apoio do poder público, a maioria das startups pensavam em sair da Salvador e migrar para São Paulo. Agora estamos revertendo esse pensamento e acreditamos que podemos ir além, transformando Salvador em uma cidade atrativa para empreendimentos de fora”, disse Ivan Paiva, diretor de Inovação da Secis.

 

Fonte: http://comunicacao.salvador.ba.gov.br/index.php/todas-as-noticias/51067-prefeitura-e-parceiros-iniciam-selecao-de-startups-para-projetos-do-salvador-cidade-inteligente

Curso Direito das Startups

Carga horária: 32h (8 encontros)

Período: 15 a 24/01/2018

Horários: 2ª a 6ª feira, das 18h às 22h

Docente: Marcus Seixas e Leonardo Susart

Investimento: R$ 550,00 (2x no cheque ou cartão)

Inscrição: Através do site da Baiana ou no financeiro da Faculdade até dia 16/01/2018

O curso

As startups empreendem de forma inovadora e disruptiva formatando modelos de negócios próprios e buscando soluções empresariais diferentes daquelas estabelecidas no mercado. Justamente por isso, elas têm crescido em quantidade e qualidade mesmo em um contexto de crise econômica no Brasil. A inovação e a ousadia das startups são muito importantes para o mundo empresarial, e justamente por isso esses negócios devem ser desenvolvidos com estabilidade, transmitindo segurança no modelo proposto para o público externo.

Naturalmente, as startups, por sua própria natureza, esbarram em problemas regulatórios relacionados à normatização de seus desenvolvimentos tecnológicos; precisam adotar estruturas societárias que lidem com as peculiaridades do seu modelo de gestão de capital social marcado pelas rodadas de investimento; ou precisam se utilizar de documentos contratuais extremamente incomuns e pouco familiares ao tráfego empresarial para normatizar suas relações comerciais com outras empresas ou até mesmo com os seus clientes; inúmeros são os contextos em que as startupsprecisam de conhecimentos jurídicos especializados e voltados às suas necessidades especiais, bastante diferentes daquelas dos “negócios tradicionais”.

Essas e outras questões essencialmente relacionadas à realidade das startups motiva o estudo jurídico dos problemas, das oportunidades e das tendências de mercado das startups, constituindo, assim, um conjunto de conhecimentos que permite ao operador do direito conhecer o ciclo de vida de uma startup e os variados conjuntos de normas jurídicas que as regulamentam.

Marcus Seixas: Advogado. Professor da Faculdade Baiana de Direito. Doutorando e Mestre em Direito Processual Civil pela UFBA. Pós-graduado (especialização) em Direito Tributário pela UFBA. Membro da Associação de Jovens Empreendedores da Bahia (AJE/BA). Membro da Associação de Jovens Empreendedores da Bahia (AJE/BA). Mentor das startups incubadas na ACELERA CIMATEC, na área de Direito com foco em desenvolvimento de startups, mentor de startups na Incubadora do SENAI CIMATEC, no INOVATIVA 2017 e na Campus Party Bahia 2017. Professor do MBA em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica organizado pelo SENAI – BAHIA.

Leonardo Susart: Advogado. Professor da UNIFACS e Faculdade Ruy Barbosa. Mestre em Ciências Jurídico-Empresariais pela Universidade de Coimbra. Pós-graduado (especialização) em Direitos Humanos pela Universidade de Coimbra. Membro da Associação de Jovens Empreendedores da Bahia (AJE/BA). Mentor das startupsincubadas na ACELERA CIMATEC, na área de Direito com foco em desenvolvimento de startups, mentor de startups na Incubadora do SENAI CIMATEC, no INOVATIVA 2017 e na Campus Party Bahia 2017. Professor do MBA em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica organizado pelo SENAI – BAHIA.

Público-alvo

Empreendedores, startuppers, advogados e estudantes de Direito.

Veja mais aqui:

http://www.faculdadebaianadedireito.com.br/portal/cursos/direito-das-startups/

Inscrições abertas para o Campus Mobile 2017 – até 15/11/2017

concurso de aplicativos Campus Mobile é uma parceria entre o Instituto NET Claro Embratel e o LSI-TEC, com o apoio da Escola Politécnica da USP, que tem o objetivo de reunir estudantes de diferentes áreas e contribuir para sua formação durante o processo de desenvolvimento de serviços que contribuam de forma positiva ao contexto social.

Serão selecionados até 120 jovens para concorrerem a uma viagem de imersão aos EUA e prêmios em dinheiro, que serão entregues aos projetos que apresentarem melhor desempenho durante o programa. Podem participar universitários e recém formados, em equipes de até 3 pessoas. Os estudantes podem inscrever seu projeto em uma das três categorias do programa:Facilidades, Educação ou Jogos. O projeto inscrito deve consistir em um produto ou serviço para plataforma móvel.

Para se inscrever, acesse o www.campusmobile.com.br

Mais informações: contato@campusmobile.com.br

Meia Maratona de Design Estratégico Clara Idéia

Deixe a inteligência coletiva acelerar seu negócio!

Você está convocado a participar da MEIA MARATONA DE DESIGN ESTRATÉGICO CLARA IDEA: um jogo colaborativo de inovação orientado pelo Design Thinking.

Seja uma das 30 empresas que enfrentarão o desafio de conceber um novo produto – bem ou serviço – ou uma versão muito melhorada de um produto já no mercado, a partir da interação com consumidores muito exigentes.

Monte já sua equipe, reunindo 3 a 5 pessoas bem diferentes. As equipes poderão ser formadas exclusivamente por colaboradores da empresa ou contar com a participação de atores externos – clientes, fornecedores ou parceiros estratégicos. O importante é garantir a DIVERSIDADE!

Também é possível realizar uma inscrição avulsa e se incorporar a uma equipe no dia do evento.

Mas são poucas vagas: reserve já a sua. 

 

PITCH DAY COM MICHAEL MEIRELES (ABASTARTUPS E STARTUP BA)

Conteúdo:

O evento inicia pontualmente às 17:00 com o Michael Meireles (investidor anjo e mentor) falando o que um investidor quer ver no seu pitch. A apresentação vai indicar os detalhes que fazem a diferença no sucesso de um pitch de startup. Além da apresentação de Michael Meireles, voce poderá conferir 3 pitchs de startups baianas que vão representar a Bahia na Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo – CASE 2017. Após a avaliação dos pitchs, teremos um bate-papo com Thomas Buck (investidor anjo baiano) que vai falar um pouco sobre a evolução do investimento anjo em nosso Estado.

Programação:

  • 17h00 – Pitch de Sucesso com Michael Meireles
  • 18h30 – Pitch de 3 startups baianas
  • 19h00 – Bate-papo sobre investimento com Thomas Buck
  • 21h00 – Encerramento
  • Carga Horária:4 horas

Local:Espaço SEBRAE – Piso L2 – Shopping Bela Vista – ALAMEDA EUVALDO LUZ, 82 / Shopping Bela Vista, L2, HORTO BELA VISTA – SALVADOR/BA

Período(s): 18/10/17 – 17:00 as 21:00 [Espaço SEBRAE – Piso L2 – Shopping Bela Vista]

Inscrições Aqui

Chamada Cidade Inteligente – PMS e COGEL – R$ 150.000,00 – até 10/10!

 

Prefeitura de Salvador, junto com a Companhia de Governança Eletrônica de Salvador (COGEL), busca novas ideias para tornar a infraestrutura e os serviços de uma cidade mais inteligentes, interligados e eficientes, melhorando a qualidade de vida dos cidadãos.

Alinhada com o programa municipal Salvador 360, que visa ao crescimento econômico e social de Salvador, esta chamada do Edital de Inovação para a Indústria tem como tema Cidade Inteligente.

Tem R$ 150.000,00 por edital aprovado. Saiba mais aqui.